segunda-feira, 18 de março de 2019

ILUSTRAÇÃO: Para pregar, boas intenções apenas não são o bastante



CONFUSÃO BÍBLICA

Conta-se que certo "irmãozinho” estava no seu trabalho rotineiro num canavial, quando, de repente viu brilhar três letras no céu: VCC. Muito religioso, o "irmãozinho" julgou que aquelas letras significavam: "VAI, CRISTO CHAMA".
Fiel a visão correu ao pastor de sua Igreja e contou-lhe o ocorrido, concluindo que gostaria de devotar o restante de sua vida à pregação do Evangelho. O Pastor, surpreso diante do relato disse:
- Mas para pregar o Evangelho, é preciso conhecer a Bíblia. Você conhece a Bíblia o bastante para sair pelo mundo pregando a sua mensagem?
- Claro que sim! - Disse o homem.
- E qual é a parte da Bíblia que você mais conhece?
- As parábolas de Jesus, principalmente a do bom samaritano.
- Então conte-a! - Pede o pastor, querendo conhecer o grau de conhecimento bíblico do futuro pregador do Evangelho.
O "irmãozinho" começa a falar:
- Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu entre os salteadores. E ele lhes disse: Varões irmãos escutai-me: Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou. E entregou-lhes os seus bens, e a um deu cinco talentos, e a outro, dois e a outro um, a cada um segundo a sua capacidade. E partindo dali foi pelo Espírito ao deserto e tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, teve fome, e os corvos lhe traz iam alimento, pois se alimentava de gafanhoto e mel silvestre.
E sucedeu que indo ele andando, eis que um carro de fogo o ocultou da vista de todos. A rainha de Sabá viu isso e disse: "'Não me contaram nem a metade". Depois disso, ele foi até a casa de Jezabel, a mãe dos filhos de Zebedeu, e disse: "Tiveste cinco maridos, e o homem que agora tens, não é teu marido". E olhando ao longe viu a Zaqueu pendurado pelos cabelos numa árvore e disse: "Desce daí, pois hoje almoçarei na tua casa". Veio Dalila e cortou-lhe os cabelos e os restos que sobraram foram doze cestos cheios para alimentar a multidão. Portanto, não andeis inquietos dizendo: "Que comeremos?", pois o vosso Pai celestial sabe que necessitais de todas essas coisas. E todos que ouviram se admiraram da sua doutrina.
O "irmãozinho", entusiasmado, olhou para o pastor e perguntou:
- E então, estou pronto para pregar o Evangelho?
- Olha meu filho - disse o pastor- eu acho que aquelas letras no céu não significam: "Vai, Cristo Chama". Antes, deveriam ser lidas: VAI CORTAR CANA.

Um conhecimento superficial da Bíblia pode causar muita confusão!

Do livro ESBOÇOS: Uma mensagem para cada dia do ano com Tema, Introdução, Explanação e Conclusão, de José Elias Croce.

sexta-feira, 1 de março de 2019

Não preste atenção na montanha – O aprendizado de Bill Hybels na Índia



Este é o primeiro princípio para vencermos os problemas: a fé vem pelo olhar para Deus, não para a montanha.
Há alguns anos, um membro do coral da minha igreja e eu fomos convidados por um líder cristão para ir ao sul da índia. Ali nos reuniríamos a um grupo de ministério composto por pessoas de diversas regiões dos Estados Unidos. Foi-nos dito que Deus nos usaria para alcançar para Cristo muçulmanos, hindus e pessoas sem religião. Todos nós nos sentimos chamados por Deus para ir, embora sem saber o que nos aguardava.
Ao chegarmos, o líder indiano nos convidou para ir a sua casa. No decorrer dos dias, falou-nos de seu ministério.
O pai dele, orador e líder dinâmico, havia iniciado a missão em uma região de domínio hindu. Certo dia, um líder hindu pediu a seu pai que orasse.
Ansioso para orar com o homem, na esperança de levá-lo a Cristo, aquele cristão conduziu-o a uma sala particular, ajoelhou-se com ele, fechou os olhos e pôs-se a orar. Enquanto orava, o hindu tirou uma faca da roupa e apunhalou-o repetidas vezes.
Meu amigo, ouvindo os gritos do pai, correu em seu auxílio. Tomou-o nos braços, enquanto o sangue se espalhava pelo assoalho da cabana. Três dias depois, o pai morreu. Em seu leito de morte, falou ao filho: "Diga, por favor, àquele homem, que ele está perdoado. Cuide de sua mãe e continue com este ministério. Faça o que for necessário para ganhar pessoas para Cristo."
Com mais coragem e fé do que a maioria das pessoas jamais sonharia em obter, este homem de Deus obedeceu. Há mais de vinte anos vem trabalhando com fervor inacreditável. Fundou mais de cem igrejas, uma clínica médica, além de vários tipos de ministérios.
Todo ano, geralmente em fevereiro, ele aluga um enorme parque, monta um palco e um sistema de som improvisados, pendura algumas lâmpadas e dirige reuniões evangelísticas durante uma semana. Faz publicidade das reuniões por intermédio de cartazes e alto-falantes por toda a cidade. As pessoas acorrem aos milhares e sentam-se no chão, em frente ao palco, homens de um lado e mulheres e crianças, do outro.
As reuniões da noite começam às 18 horas. Por cerca de meia hora eles ouvem música instrumental gravada, seguida por alguns números especiais. Depois, vem o sermão de aquecimento. Instrutivo, prático e relevante para a vida diária, seu objetivo é mostrar aos ouvintes que o Cristianismo faz sentido.
Mais ou menos às 20 horas, mais dois números musicais são apresentados, antes da mensagem principal, que é sempre centrada na pessoa de Jesus Cristo. O pregador fala sobre quem era Jesus, o que Ele fez, como morreu, como sua morte paga o preço pelo pecado, como sua ressurreição dá poder àqueles que colocam sua fé e confiança nele.
Das 21h até 21h30, os ouvintes, quer sejam hindus, muçulmanos ou não religiosos, são convidados a crer em Cristo. São chamados à frente para receber perdão, purificação e vida eterna, depois são desafiados a abandonar outros deuses ou sistema religioso que trouxeram consigo para a reunião, e a colocar fé e confiança somente em Jesus.

Uma missão assustadora na índia

De terça até quinta-feira, minhas tarefas foram viáveis. Eu falava em uma reunião bem pequena, na parte da manhã ou pregava o sermão de aquecimento, à noite. Na sexta-feira, o líder do ministério disse: "Eu recebi orientação de Deus e quero que você se encarregue do sermão principal desta noite."
Estarrecido, fiquei imaginando por que eu não havia recebido uma orientação semelhante.
A barreira do idioma parecia quase intransponível, mesmo com o tradutor.
Eu não estava familiarizado com a cultura e minha palavra seria de pouca ou nenhuma relevância para a situação das pessoas. Seria difícil usar ilustrações engraçadas. Eram tantas incógnitas que, toda vez que eu tentava orar, depois de trinta segundos era impedido por dúvidas e temores. De que adianta?, pensava. As barreiras são intransponíveis.
A noite chegou. Pegamos um riquixá para o parque. Ao nos aproximarmos, ouvi a primeira mensagem pelo alto-falante. Havia um pouco de tempo para acalentar minha paranoia.
Sentamos no fundo do palco. Olhei, e vi o maior mar de rostos que já vira na vida. Um dos líderes indianos me cutucou e disse: "Temos vinte mil hoje, talvez trinta."
Depois desta, qualquer migalha de confiança que eu pudesse ter, desapareceu. Vai ser um desastre - pensei. O que estou fazendo aqui?
Olhei para trás do palco. O líder do ministério e diversos líderes de sua confiança, com os rostos em terra, oravam.
Sei a respeito do que estão orando - refleti. Já se deram conta de que o americano que vai pregar o sermão principal é bem capaz de esvaziar o parque em questão de minutos!
Era do meu conhecimento que aqueles homens viviam na pobreza e lutavam com dificuldades incríveis para pregar a Palavra de Deus. Haviam dado suas vidas para que as pessoas presas em sistemas religiosos falsos pudessem conhecer a verdade de Jesus Cristo. Como as reuniões anuais eram o ponto alto de seus esforços de todo um ano, sentia-me angustiado com o revés que o trabalho deles iria sofrer devido à minha pregação inepta.

Grande é a tua fidelidade

Àquela altura, o primeiro pregador terminou a mensagem. Eu teria ainda cerca de dez minutos antes de entrar na linha de fogo. Pouco depois, a solista da minha igreja se aproximou do microfone, para cantar.
Tenho que sustentá-la em oração - pensei - mas serei o próximo, e quando o navio está afundando, é cada um por si.
Minha oração tornou-se mais veemente. Oh, Senhor, livra-me. Faça chover. Faça com que eu desapareça!
A montanha parecia tão grande que eu não via porque pedir a Deus para removê-la. Eu ficaria feliz se ela caísse sobre mim e me libertasse da angústia.
Enquanto minhas orações lastimáveis dançavam em minha mente cheia de dúvidas, eu ouvi timidamente a solista.

Grande é a tua fidelidade, meu Pai celestial,
Não há sombras ao teu lado;
Tu não mudas, tuas misericórdias jamais se acabam;
Como tu eras, sempre serás.
Grande é a tua fidelidade! Grande é a tua fidelidade!
Tuas misericórdias se renovam a cada manhã;
Tua mão provê todas as minhas necessidades —
Grande é a tua fidelidade para comigo, Senhor!

Como eu, a cantora não sabia a língua dos ouvintes. Portanto, ela não podia apenas cantar uma canção; devia haver uma comunicação de coração para coração, ou nada aconteceria. Ao mesmo tempo em que ela se comunicava, de coração para coração, com milhares de pessoas diante do palco, também se comunicava com um pastor angustiado, inseguro, sem fé, que precisava bem mais daquela música do que a própria multidão. Algo aconteceu comigo ao ouvir a letra de: "Grande é a tua fidelidade". Enquanto as palavras penetravam em meu cérebro, lembrei-me para onde eu havia direcionado a minha atenção durante todo o dia. Em mim mesmo: a barreira da linguagem, minha perplexidade cultural, minha inexperiência, minha fraqueza, meu medo de fracassar, meu pavor de uma multidão tão grande. Eu estava olhando apenas para a minha montanha, e só conseguia ver minha incapacidade para removê-la.
Minhas orações eram lamentáveis porque eu olhava para minha insuficiência, em vez de olhar para a suficiência de Deus!

Mudança de direção

À medida em que o hino continuava, disse a mim mesmo: Espere um pouco, vou mudar a direção agora mesmo. Vou olhar para Deus, não para Hybels.
Eu tinha pouco tempo, e comecei a orar com fervor: "Oro ao criador do mundo, rei do universo, o Deus Todo-Poderoso, onisciente e fiel. Oro ao Deus que criou as montanhas e que, se for preciso, pode movê-las. Oro ao Deus que tem sido sempre fiel a mim, que jamais me desapontou por mais assustado que eu estivesse ou por mais difícil que fosse a situação. Oro ao Deus que deseja produzir frutos por meu intermédio, e confio que serei usado por Ele esta noite, não por ser quem eu sou, mas por quem Ele é. Ele é fiel."
Quando o hino terminou, o meu interior era de uma pessoa diferente. Eu bem que aceitaria um substituto, caso alguém se oferecesse, mas não me sentia mais apavorado. Estava pronto para começar, porque um Deus fiel era o objeto de toda a minha atenção. Quando subi à plataforma com o tradutor, fiz a oração que move montanhas, porque estava firmemente direcionada para a suficiência de Deus, e não, para a minha insuficiência.
Naquela noite falei com a confiança concedida pelo Espírito Santo, baseada na suficiência de Deus. Contei àquelas pessoas que alguém havia derramado o sangue para pagar pelos seus pecados. Este alguém não era Buda, nem um deus hindu, ou um personagem de um mito, ou conto de fadas. Foi um ser humano de verdade chamado Jesus, o único Filho de Deus. Repeti inúmeras vezes: "Você é importante para Ele. Ele derramou o próprio sangue para perdoar os seus pecados e vocês podem ser libertos se colocarem sua fé e confiança nele."
Eu sabia que Deus estava operando enquanto eu falava.
Terminei a mensagem e as pessoas foram convidadas para aceitar a Cristo.
Voltei para o fundo do palco, caí de joelhos e comecei a orar: "Senhor, sei como estas pessoas são importantes para ti. Traga-as para junto de ti."
Centenas e centenas de pessoas vieram à frente: hindus, muçulmanos, incrédulos de todos os tamanhos e formas, cores e idade. Foram tantos que pensei que meu coração fosse explodir. Estava me rejubilando por todos os que encontraram uma nova vida em Cristo e, também, porque naquela noite Deus, por intermédio da oração, havia pego uma montanha chamada medo e a havia lançado nas profundezas do mar.
Naquela noite eu aprendi que, para Deus, não existem barreiras. Deus está pronto para me usar. Quando eu me concentrei em Deus e não na montanha, Ele pode operar por meu intermédio.

Bill Hybels

Trecho do livro Ocupado Demais Para Deixar de Orar (Editora United Press).


sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Como transformar o Visitante em um Membro da Igreja


Como transformar o Visitante em um Membro da Igreja

Depois de ter atraído pessoas novas para a igreja, o que fazer com eles? Como se aproximar? Como entrar em contato com eles depois?
Bem, muitas igrejas são ótimas em fazer coisas novas e atrair muitos visitantes para a congregação fazendo um ótimo trabalho,  mas se esquecem do que fazer depois com esses visitantes que estão dentro da igreja. 
Não adianta ter uma igreja que sempre está cheia de visitantes se não dá prosseguimento no cuidado deles.
A igreja sempre vai estar cheia mas a membresia vai ser sempre uma minoria de pessoas.
Mas qual o problema disso?
Alta rotatividade de pessoas. A alta rotatividade é prejudicial tanto para os visitantes quanto para a igreja. Quando o visitante vai na igreja mas não se sente parte dela, ele sempre vai procurar outras igrejas até que alguma o acolha.
Com alta rotatividade de pessoas, a igreja sempre vai estar cheia, mas com poucos membros, poucos voluntários, poucas pessoas realmente comprometidas com a igreja local.
Lembre-se que muitas pessoas vão na igreja pela primeira vez arrasados, com problemas, como uma última esperança. Se essas pessoas entram na sua igreja, assistem o culto e nem são sequer notadas, talvez você não tenha uma outra chance de fazer a diferença para esta pessoa.


Então o que fazer quando o visitante chegar pela primeira vez na igreja?
  • Tenha uma equipe para recepcionar as pessoas e cuidar dos visitantes na porta:
Em igrejas com menos de 200 pessoas por culto, já é possível conhecer a maioria dos rostos que estão lá. Então a equipe de recepção consegue saber a MAIORIA das pessoas que já são da igreja e quem está visitando. Com isso, eles conseguem abordar o visitante pela primeira vez, se apresentar e  perguntar se é a primeira vez dele na igreja. Caso a resposta seja positiva, a pessoa pode se colocar à disposição do visitante e pedi-lo para preencher a FICHA PARA CADASTRO DE VISITANTE com os dados para contato. Se quiser, pode pedir para ele escrever um pedido de oração no verso da ficha, destacar e entregar para a equipe da recepção ou no local indicado.

  • Pergunte no culto:
O pastor ou a pessoa responsável pelo culto no dia, antes de começar a pregação pode pedir para as pessoas que são visitantes levantem a mão que uma equipe irá entregar a FICHA PARA CADASTRO DE VISITANTE para preencher e entregar depois do culto no local indicado. 
Essa é uma ótima forma pois é fácil e assertiva já que o visitante irá levantar a mão preencher a ficha para entregar depois sem nenhum constrangimento.  (Lembre-se de de NÃO CANTAR MÚSICA PARA OS VISITANTES. Isso é constrangedor para os dois lados e pode fazer com que o  visitante nunca mais queira entrar na sua igreja. Evite essas e outras práticas que exponham o visitante para toda a igreja.)

  • Countdown (Contagem regressiva)
Diversas igreja tem utilizado o Countdown ou Contagem Regressiva para um momento de descontração e interação antes de começar a pregação. Normalmente após o louvor, a igreja dá uma pausa de 5 MINUTOS para que as pessoas cumprimentem umas as outras, vão ao banheiro, bebam água e se conheçam um pouco antes de começar a palavra.
Esse é um ótimo momento para que as pessoas da igreja ou uma equipe responsável entre em contato com as pessoas que visitam pela primeira vez. 
Após o louvor e antes de iniciar o CountDown ou Contagem Regressiva, o pastor ou responsável pelo culto pede para os visitantes levantarem a mão que as pessoas ou a equipe irá até eles para se conhecerem. Essa interação de 5 minutos é o suficiente para saber quem é o visitante, de onde ele vem, porque está visitante a igreja entre outras coisas além de pedir para preencher a FICHA PARA CADASTRO DO VISITANTE com os dados dele e entregar depois. Lembre de pedir para sua equipe ficar atenta no momento que os visitantes levantarem as mãos.


Agora que temos um monte de fichas com os dados dos visitantes, o que fazer?
Agora é dar o acompanhamento para estes visitantes. Direcione alguém para que ao longo da semana entre em contato com as fichas preenchidas. Essa pessoa deve conversar um pouco com o visitante, saber sobre a vida dele, onde ele mora, o que achou da igreja, se já foi de outra igreja, tirar as dúvidas dele sobre a igreja, etc.
A pessoa pode estar direcionando este visitante para uma célula próxima a casa dele,  marcando para visitar a casa do visitante ou marcando para encontrarem depois e conversarem um pouco.
Após ter este primeiro contato, você já pode estar perguntando para o visitante se ele deseja batizar, se tornar membro, etc.
E assim, você vai inserindo os visitantes na membresia da igreja de uma forma agradável e saudável com acompanhamento a esta nova pessoa da sua igreja.

Via http://www.macampe.com/impressos/diversos/ficha-para-visitante

NOTA DE ARSENAL DO CRENTE: Em um recurso gratuito que elaboramos, "Certificados, Cartazes e Utilidades para Igrejas", há um modelo de ficha para visitantes. Baixe o arquivo AQUI.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Quando os mórmons batem à porta


Vivemos na mesma rua de uma grande congregação mórmon - ou de uma grande igreja, de qualquer modo. Não é de surpreender que recebamos visitas regulares dos missionários enviados para conquistar nosso bairro. Embora os indivíduos variem a cada vez, o padrão é consistente: dois jovens caucasianos de bom porte, com sotaque americano, amigáveis ​​e engajados, estão ansiosos para nos persuadir a aceitar um Livro de Mórmon e pedir a Deus que nos dê o testemunho interno de que ele é sua verdadeira revelação.
Esses missionários têm uma maneira de aparecer em momentos ruins, mas eu ainda tento passar alguns minutos conversando com eles. Eu gosto de perguntar de onde eles são e por quanto tempo eles estão indo de porta em porta. Eu gosto de perguntar se eles sentem falta de suas famílias, pois sei que eles são designados para cidades distantes das suas. Eu gosto de perguntar como eles sabem que estão nas boas graças de Deus. Nunca houve um tempo em que eles foram mal educados ou grossos comigo.
Esses missionários mórmons sempre parecem felizes e confiantes. Eles têm certeza de que têm respostas convincentes para as questões mais profundas e urgentes da vida - a fonte da verdade última, a identidade de Deus, o propósito da vida, a resposta para o que está além do túmulo. Eles parecem felizes e confiantes, mas eu sei melhor. Eu sei que eles são infelizes. Eles são infelizes porque estão sendo enviados em uma missão espiritualmente falida de um ano para cumprir uma lei feita pelo homem. Isso não pode gerar alegria verdadeira. Eles são infelizes porque precisam aderir a um padrão antibíblico de retidão. Isso diminui a alegria ou destrói-a completamente. Em última análise, eles são infelizes porque creem e ensinam um falso evangelho, não colocaram sua fé em Jesus Cristo, não foram restabelecidos no relacionamento com o Pai e não foram habitados pelo Espírito Santo. Eu sei que eles são infelizes. Como eles poderiam ser de outra forma?
Então essa é minha estratégia para quando os Mórmons visitam: Pregue o evangelho. O evangelho, afinal, é a fonte da verdadeira alegria. Essa é a mesma estratégia que uso quando as Testemunhas de Jeová, bem menos educadas e muito mais agressivas, vêm batendo. Eu posso tentar usar a Bíblia para mostrar onde suas crenças estão erradas. Eu posso tentar explicar como a Bíblia não pode ser apenas outra forma da revelação de Deus, mas que ela deve ser tudo ou nada, suprema ou totalmente fútil. Posso tentar convencer uma Testemunha de Jeová de que Jesus não é a primeira e maior criação de Deus, mas a segunda pessoa da Trindade divina com todos os atributos de Deus. Essas são todas as coisas boas para fazer. Mas eu não gostaria de dizer qualquer uma dessas coisas se eu também não pregasse o evangelho da graça somente através da fé em Jesus Cristo.
Existem muitas estratégias para se envolver com as Testemunhas de Jeová e os Mórmons e membros de outros cultos. Muitas dessas estratégias são sábias e úteis. Mas você tem que ter cuidado com eles - você pode vencer a discussão mesmo quando perder a oportunidade. Você pode ganhar a discussão sobre a autoridade da Bíblia, mas ainda perder a oportunidade de compartilhar o evangelho.  Em última análise, não queremos persuadi-los de sua teologia defeituosa, mas fazer com que o Espírito os persuada de seu evangelho defeituoso. Isso só acontecerá quando lhes dissermos o verdadeiro evangelho, o evangelho salvador, o evangelho da graça. Podemos ter total confiança nessa estratégia porque o evangelho é o poder de Deus para a salvação. O evangelho - o verdadeiro evangelho - é infinitamente melhor e mais forte do que o que eles oferecem. Eles oferecem a salvação pelas obras, mas Deus oferece a salvação pela graça. Essa é a diferença entre o céu e o inferno.
Então, quando os mórmons vieram à minha porta no outro dia, eu disse: "Terei prazer em ouvi-lo por um tempo, desde que você prometa me ouvir." Eles disseram que voltariam no sábado. Eu vou ouvi-los. Então lhes direi o evangelho e explicarei por que esse evangelho é uma notícia tão boa - notícias muito melhores do que as que eles estão oferecendo. E já estou orando para que isso crie raízes.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Certificados de Batismo, Casamento, Apresentação de Criança e outros recursos para download gratuito


Prezados irmãos, preparamos um belo presente para vocês. Reunimos num único arquivo uma coleção de Certificados, Cartazes e muitas outras utilidades para Igrejas evangélicas. A coleção conta com nada menos que 43 itens. São materiais simples, em preto-e-branco ou coloridos, destinados a servir àqueles servos de Deus que possuem seja poucos recursos, seja pouco tempo, ou que não sabem fazer e nem possuem quem faça tais materiais.
Os arquivos estão em formato pdf. Foram criados pelo ministério Veredas Missionárias (www.veredasmissionarias.blogspot.com), e são GRATUITOS, NÃO PODENDO SER COMERCIALIZADOS.
Assim, convidamos desde já você a compartilhar gratuitamente este arquivo com pastores, missionários, obreiros e mesmo com todos os cristãos de seu conhecimento, para que muitos sejam abençoados.

Vamos à lista de recursos:

CERTIFICADOS:

Certificado de Matrimônio (Casamento) - 3 modelos
Certificado de Apresentação de Criança
Certificado de Participação em Encontro de Casais
Certificado de Batismo - 3 modelos

CARTAZES UTILITÁRIOS PARA AFIXAR EM PORTAS:

Gabinete Pastoral
Secretaria
Secretaria de Missões
Tesouraria
Berçário
Sala das Crianças - 2 modelos
Biblioteca
Banheiro Masculino
Banheiro Feminino
Cozinha
Cantina
Aconselhamento Pastoral – Não entre

OUTRAS UTILIDADES

Escala de Culto / Escala de Obreiros
Formulário Arrecadação Dízimos e Ofertas – 2 modelos
Aniversariantes
Lista de Visitantes
Lista para Oração (deixe seu nome)
Lista para Intercessão por afastados dos caminhos do Senhor (desviados)
Cartaz com frases para pessoas afastadas dos caminhos do Senhor
Ficha para Cadastro de Visitantes
Ficha para Cadastro de Membros
Cartaz Eventos Anuais da Igreja
Cartaz Prioridades Missionárias (intercessão etc. – 2 modelos)
Cartaz Itinerário da Missão (cronograma de ações)
Cartaz Plano de Aula EBD
Cartaz Almoço Missionário
Cartaz Mobilização Missionária IDE
Cartaz Festividade Aniversário da Igreja
Cartaz Convite para Filme Tela Crente
Cartaz Culto de Missões
Cartaz Culto de Santa Ceia
Com Defeito

PARA BAIXAR O ARQUIVO PELO SITE GOOGLE DRIVE,CLIQUE AQUI.

domingo, 6 de janeiro de 2019

LIVROS E RECURSOS QUE PUBLICAMOS EM 2018: Conheça e baixe


Amados irmãos e leitores, temos o costume de, ao fim de cada ano, preparar uma pequena retrospectiva dos trabalhos realizados ao longo dos 365 dias pregressos. São, em sua maioria, as publicações que escrevemos, organizamos e/ou editamos.

Assim, vamos conferir o que foi feito. Aproveite para ver se você perdeu alguma publicação!

A Idade da Ansiedade - Em fevereiro publicamos o último e-book do poeta lusitano João Tomaz Parreira, que nos deixou em outubro deste ano.
Egresso do movimento Por Uma Nova Poesia Evangélica, que a partir da década de 70 do século pregresso inoculou liberdade e profundidade artística à poesia cristã feita por evangélicos tanto no Brasil quanto em Portugal, João Tomaz Parreira segue, decorridos quase meio século, a municiar nossos olhos e corações com a sua poesia decantada, seus pequenos varais de signos onde luzes insistentes são dependuradas a brilhar. Uma poesia onde questionamentos e alumbramentos poéticos, metafísicos e existenciais entrecruzam-se a sinalizar um terno caminho, em tempos de crescente escuridão.
Parte significativa da produção recente do autor está agora reunida neste breve Idade da Ansiedade, que com prazer ofertamos aos leitores.
Para baixar o e-book (formato PDF) pelo site Google Drive,CLIQUE AQUI.



DINÂMICAS MISSIONÁRIAS - Em março publicamos aquela que julgamos ser a obra mais importante do ano em benefício da Igreja de Cristo: A antologia Dinâmicas Missionárias, no qual já trabalhávamos desde fins de 2017.
Procurei neste livro reunir uma série de dinâmicas e atividades focadas na promoção de valores missionários; atividades que visam o despertamento dos participantes sobre diversos aspectos referentes àquela que é a missão fundamental da igreja na Terra, e motivo único dela, a Igreja, permanecer aqui: Levar o Evangelho de Cristo a todos os homens, cumprir a ordem final de Cristo que conhecemos como a Grande Comissão.
PARA BAIXAR O LIVRO (FORMATO PDF) PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.



ÁRVORE - Uma Antologia Poética - Em agosto, veio a lume uma antologia sobre um tema que muito nos apraz: a árvore.
Nesta obra, procurei coligir poemas sobre a árvore, esse centro e pilar da hera. Adicionamos ao volume uma pequena seleção de frases sobre o tema, e, em arremate, publicamos o texto integral (vertida sua grafia ao português hodierno) do poema A Destruição das Florestas, do múltiplo Manuel de Araújo Porto-Alegre (1806 – 1879). Além do elogio da árvore, presta-se aqui uma homenagem a nossos poetas de agora e de ontem, e de certa forma um serviço à literatura lusófona, pois toda antologia literária é antes de tudo isso - um serviço prestado a uma literatura e ao universo de seus usuários.
Para baixar o livro (224 págs., em formato PDF) pelo Google Drive, CLIQUE AQUI.



POESIA EM 500 CITAÇÕES: Algumas das melhores definições e reflexões de todos os tempos sobre a Poesia e o Poema, o Poeta e o Fazer Poético - 
Dezembro foi mês de publicação de uma antologia singular e mesmo única em nossa língua, reunindo frases sobre a Poesia.
Um dos motes para a realização desta antologia de citações é esse: Ofertar, num golpe único, algumas das melhores definições e reflexões sobre o que é a poesia e o poema, o poeta e o fazer poético. Assim poetas, o almirantado, mas também marujos vários: críticos, filósofos, santos e bunda-lêlês aqui estão vaticinando suas assertivas, algumas delas realmente extraordinárias, é preciso dizer. E ainda descemos aos últimos porões do léxico: São 17 os dicionários consultados pelo verbete poesia.
Bem-vindo a bordo da nau incendiada, marujo. Queime seus pés no tombadilho ardente, produza ar quente para insuflar o que restam das velas e o que você tenha de asas. E encontre, ao tombar o horizonte, aquilo que busca.
PARA BAIXAR O LIVRO (FORMATO PDF) PELO GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.



Poemas de Amor em Trânsito - Publiquei também, já em dezembro, o pequenino Poemas de Amor em Trânsito, reunindo poemas que escrevi para minha esposa, desde quando éramos namorados. 
O título do livro decorre de a franca maioria dos poemas ter sido escrita em trânsito – dentro de ônibus e, em geral, quando eu atravessava a baía de Guanabara em regresso para a São Gonçalo de meu desmazelo, vindo dos encontros no Rio de Janeiro com a minha então (primeiro) amiga, depois namorada, hoje esposa, consorte, âncora de Deus e fofa metade.                                         
 Poemas não ‘trabalhados’, mas instantâneos, escritos no celular e imediatamente remetidos de volta à sua origem – e nisso mesmo mais preciosos, frutos do puro e espontâneo enlevo poético e sua escrita quase automática, irrefreável (e os poetas sabem do que falo).
PARA REALIZAR O DOWNLOAD PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.



Projeto Evangelion

O Projeto Evangelion foi uma iniciativa baseada na edição e publicação de e-books de frases, cada um deles tendo ao seu final uma mensagem evangelística. A outra parte do projeto consistiu em uma publicação paga no Facebook, divulgando entre o público de países lusófonos esses livros e outros, igualmente evangelísticos, elaborados por outros autores e ministérios. No caso dos livros que editamos, os mesmos não são caracterizados como livros "evangélicos", e somente a mensagem final dará notícia do objetivo do livro. A ideia, você deve imaginar, é permitir a entrada e (boa) recepção dos livros em lugares e corações que, a princípio, rechaçariam um livro evangelístico.
Assim, publicamos os volumes:

Frases UP! 250 Frases para motivar e iluminar o seu dia - Este e-book reúne uma coleção de frases coligidas de épocas e autores os mais diversos, no objetivo de formar um breve compêndio de sabedoria para iluminar e motivar o seu dia a dia e a sua vida.
Mas o que é, em breves termos, “motivação”? Podemos entender motivação como o conjunto de forças internas que mobilizarão o indivíduo para atingir um dado objetivo como resposta a um estado de necessidade, carência ou desequilíbrio.
A palavra motivação vem do latim movere, que significa “mover”. A motivação é, então, aquilo que é susceptível de mover o indivíduo, de levá-lo a agir para atingir algo (o objetivo), e de lhe produzir um comportamento orientado.
Esperamos que você tenha uma boa leitura, e possa compartilhar esta pequena seleta e suas cápsulas de sabedoria com seus amigos! 
PARA BAIXAR O LIVRO PELO GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.


100 FRASES DE C. S. LEWIS - O escritor Clive Staples Lewis nasceu em 1898 em Belfast, na Irlanda do Norte (Reino Unido).  Multitarefas, Lewis foi professor universitário, escritor, romancista, poeta, crítico literário, ensaísta e apologista cristão britânico, após abandonar o ateísmo, influenciado por seu amigo, o igualmente famoso J. R. R. Tolkien (de O Senhor dos Anéis). Lewis é reconhecido e estimado em todo o mundo, seja por sua série ficcional As Crônicas de Nárnia, seja por seus escritos que reúnem com rara argúcia e beleza de estilo temas metafísicos, filosóficos e religiosos. Sua obra literária abarca 38 livros, dos quais diversos já foram traduzidos para a língua portuguesa.
Reunimos aqui uma seleção de frases para iluminar sua jornada, amigo(a) leitor(a). De educação à religião, de ética à literatura, de felicidade à dor, passando por temas os mais diversos, a sabedoria de um dos maiores autores do século XX aqui se faz presente, em pequenas doses, cápsulas para o seu dia-a-dia.
PARA BAIXAR O E-BOOK PELO GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.



100 FRASES DE LIEV TOLSTOI - O romancista russo Liev (também dito Lev, Leon, Leão) Tolstoi nasceu em 1828, na pequena vila de Yasnaya Polyana.
Para além de sua obra literária que se configura como uma das maiores já criadas, Tolstoi ganhou fama como pacifista e pensador. Suas ideias, que versam do anarquismo ao vegetarianismo, iam de encontro ao status quo vigente, mesmo entre instituições cristãs, algumas das quais ele denunciava como não vivendo o verdadeiro cristianismo, conforme pregado por Cristo no Sermão da Montanha (Mateus caps. 5 a 7).
Reunimos aqui trechos de reflexão que vão da educação à religião, de ética à literatura, de felicidade à dor, avançando por temas os mais diversos. A sabedoria de um dos maiores autores da humanidade aqui se faz presente, em pequenas doses, cápsulas para alimentar o seu dia a dia.
PARA BAIXAR O E-BOOK (43 PAGS. EM FORMATO PDF) PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.

100 FRASES DE MARTIN LUTHER KING - Martin Luther King Jr. (1929 – 1968) foi um pastor protestante e ativista político norte americano. Sua cruzada em favor dos direitos civis dos negros e pobres fez dele uma das mais importantes vozes de protesto e luta por justiça do século XX.
Seus esforços não se limitaram ao combate às práticas de discriminação racial: King foi defensor dos direitos das mulheres, opositor da guerra do Vietnã e militou ainda por melhores salários e condições de trabalho para a população de baixa renda.
Graduado em sociologia e teologia, com doutorado nesta última, King sempre foi um hábil artesão da palavra, e seus discursos são ricas peças de exortação e motivação.
Sua grande força moral, que lhe rendeu o Prêmio Nobel da Paz (1964), recebeu influência do princípio da não-violência de Mahatma Gandhi e principalmente dos ensinos de Jesus Cristo. Por sua vez, seu exemplo e suas palavras impactaram e continuam a influenciar pessoas em todos os cantos da Terra.
Confira, neste breve livro, um pouco da riqueza do pensamento de Martin Luther King Jr.  E, no texto ao fim deste volume, entenda a origem da irrefreável esperança e sede de justiça que tornaram King um gigante.
Para baixar seu exemplar, CLIQUE AQUI.

E dentro deste projeto, o último livro do ano, já nos últimos dias de Dezembro:


PAZ em 200 Citações - Vivemos em tempos de crescente agitação. A informação, surgindo de todos os lados, ganha ares de avalanche. A violência, seja urbana ou rural, física, simbólica ou virtual, toma os espaços e espalha tristeza e medo, quando não terror.
Neste cenário de acelerada e intensificada agitação e violência, onde encontrar a paz? Sobre que bases e com que ferramentas construí-la?
Neste breve livro, reunimos algumas percepções e pensamentos sobre a Paz, oriundas de pensadores, estadistas, escritores os mais diversos no tempo e no espaço.
O texto que encerra essa seleta demonstra como a paz que almejamos está ao alcance daquele que a busca, e pode, uma vez conquistada, ser irradiada para os outros.
PARA BAIXAR O LIVRO (FORMATO PDF) PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.


COLEÇÃO 200 FRASES na AMAZON

Além dos livros gratuitos, temos publicado regularmente alguns volumes de frases na plataforma Amazon. São livros de temáticas variadas, dando seguimento ao projeto de antologias de frases que iniciamos em 2017 (Coleção 200 Frases). Confira os volumes lançados este ano, com destaque para O Livro e o Prazer da Leitura em 400 Citações.


O livro é a porta para o que é o homem, o que é humano. É o testemunho máximo de nossa história e evolução, raízes e anseios – e nosso alcance. Faltam-nos palavras para descrever o livro. Bem, este é justamente um dos motivos desse livro sobre o livro (e sobre a leitura): coligir reflexões as mais diversas sobre o nosso amigo de todas as horas, bem como sobre o prazer que a leitura proporciona, oriundas de autores, tempos e culturas os mais variados.
A reflexão sobre o livro e o incessante e multiforme incentivo à leitura precisam estar na base, no “chão” da cultura, para que o edifício se erga e sustenha. Afinal, o livro é o objeto cultural elementar.
Pais e educadores, leitores e escritores, livreiros, editores, políticos, jornalistas – profissionais e amantes do livro e qualquer um preocupado com os destinos da educação e do próprio país encontrarão aqui um ferramental de boa e urgente reflexão. “Munições” para lembrarmos, celebrarmos e promovermos a cada dia mais a Sua Excelência, o Livro.
O livro encontra-se à venda apenas pela livraria AMAZON. Você pode adquirir o seu aqui: https://www.amazon.com.br/dp/B07JKFJ87B



Neste breve volume estão reunidas quase 250 frases as mais diversificadas no tocante ao espírito, motivação, autoria e tempo em que vieram a luz; sérias ou hilárias, surpreendentes, cínicas e ácidas: a visão sobre a política, os políticos e suas generalidades pela voz de alguns séculos de sabedoria desenvolvida no contato, muitas vezes deletério, com esses artistas da empáfia – e sua nobre arte.
Adquira o seu e--book hoje na Amazon - apenas R$ 2,99.


Desde seus primórdios, o homem é narrador. Narrador, diga-se de passagem, irrefreável. Parafraseando Fernando Pessoa, talvez o nome máximo da Literatura em língua portuguesa, narrar é preciso, viver não é preciso. Mas, espere: A frase original (navegar é preciso, viver não) na verdade é do general romano Pompeu... Bem, aqui aprendemos uma lição capital sobre a Literatura e seu movimento eterno de retorno a si mesma, e(m) retroalimentação, reconfiguração. 
Desde o primeiro texto escrito, aquele que rompeu/transcendeu a cadeia da oralidade, foram muitas as voltas do parafuso. Nessa sucessão de revolições, a literatura ampliou seu espectro e sedimentou-se, tornando-se plataforma e maquinário máximos da expressão humana.
Nesta breve (meta)seleta, o tema é, claro, a própria Literatura. Aqui, escritores de todos os cantos e encantos, de diversas correntes - e até mesmo os desacorrentados - oferecem suas percepções sobre o que é afinal a Literatura, o processo da escrita, e exprimem seu amor - ou ódio - pelo texto.


Na multidão de pareceres aqui antologiados, o mistério da arte ganha máscaras e desnudamentos, num jogo de mistificação e desmistificação (chiaroscuro?) que dá a dimensão do grande e envolvente mistério que a arte representa.
Venha surpreender-se com os insights desferidos por alguns dos maiores nomes de todas as sete (ou nove? Onze?) artes.


Este e-book reúne uma coleção de frases coligidas de épocas e autores os mais diversos, no objetivo de formar um breve compêndio de sabedoria para iluminar e motivar o seu dia a dia e a sua vida.
“Upar”, termo advindo do mundo dos games, significa algo como elevar, tornar mais forte, ampliar o status (de um personagem). Daí o termo, já popular em nossa língua “dar um up!”.
Esperamos que você tenha uma boa leitura, e possa compartilhar esta pequena seleta e suas cápsulas de sabedoria com seus amigos!


Publicamos ainda recursos outros para a edificação do corpo de Cristo:


Jogo da Memória Versículos Missionários - Este jogo constitui-se de 32 cartas (que você deverá imprimir, recortar, dobrar e colar). Em DEZESSEIS dessas cartas apresentamos em um de seus versos VERSÍCULOS BÍBLICOS que fazem parte da base bíblica de missões. Nas outras DEZESSEIS cartas temos as REFERÊNCIAS (o livro da Bíblia, capítulo e versículo onde tal passagem se encontra). Isso torna este jogo um pouco diferente dos “jogos da memória” tradicionais: O objetivo aqui não é que a pessoa memorize uma figura ou texto apenas (se fosse assim utilizaríamos duas cartas com o mesmo versículo, para a pessoa encontrar as iguais); o objetivo aqui é que ela ASSOCIE determinada passagem bíblica à sua referência, podendo assim, de forma lúdica, memorizar tanto alguns versículos missionários quanto sua localização na Bíblia.
PARA BAIXAR O ARQUIVO DO JOGO (em PDF) PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.




Marcadores de página com Temas Missionários  -  Uma série de 25 modelos de marcadores bíblicos ou marcadores de página, cada um com uma utilidade diferente. Confira, você irá se surpreender!
PARA BAIXAR O ARQUIVO COM TODOS OS MARCADORES PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.


Mais de 200 Maneiras Práticas de se envolver com Missões (Manual) - Neste breve manual estão elencadas algumas (na verdade, muitas!) ideias práticas que lhe ajudarão a, direta ou indiretamente, aproximar-se, envolver-se e finalmente comprometer-se com o esforço missionário da igreja de Cristo, vivendo uma vida cristã a cada dia mais autêntica.
Este texto foi traduzido, acrescido e adaptado por Veredas Missionárias, a partir de texto disponibilizado pela Sociedad Internacional Misionera, que por sua vez foi traduzido, acrescido e adaptado a partir de Six Ways to Reach God’s World: Involvement Ideas.
PARA BAIXAR O MANUAL (8 págs., em PDF) PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.


A Festa de Josué - Recurso visual para ensinar crianças sobre a Grande Comissão - Joshua Project (Projeto Josué) é uma organização dedicada a estudar e listar os povos ainda não-alcançados e mobilizar a igreja para que se engaje no alcance dos que nunca ouviram falar de nosso Senhor Jesus Cristo.
Um dos muitos recursos que o Joshua Project disponibiliza para a igreja é o material A Festa de Josué (Jess's Party), que traduzimos para o português. Ele narra, em linguagem simples e com ilustrações, a história de Josué, um jovem que resolveu dar uma festa, e para isso convidar os amigos de todas as casas vizinhas. Josué encarrega seu amigo Leo de entregar os convites. Mas, durante a festa, Josué percebe que faltaram alguns de seus amigos. Isso porque Leo deixara de entregar os convites a todos, pois havia começado a chover e o caminho ficara enlameado... Ainda assim, em plena festa, Josué resolve reunir todos os amigos ali presentes e juntos saem para convidar os que faltaram. Assim, a festa fica completa, POIS O CONVITE CHEGOU PARA TODOS.
Como você deve ter percebido, essa estorinha ilustra a questão dos povos não alcançados da Grande Comissão que nos foi legada por Jesus, e nossa obrigação de alcançar a cada "casa" (povo, língua e nação da Terra) com o "convite" (as Boas Novas de salvação) para a "Festa" (a vida eterna com Cristo). 
Um excelente recurso para ensinar missões aos nossos pequeninos!

Para baixar o arquivo (24 páginas em formato pdf) pelo Google Drive, CLIQUE AQUI.




FOLHETO EVANGELÍSTICO PAZ PARA OS RODOVIÁRIOSPARA BAIXAR PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.




FOLHETO EVANGELÍSTICO DRAMA DE UM APAIXONADO (para evangelização de usuários de drogas). PARA BAIXAR PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.



Em 2019, se o Senhor nos permitir, pretendemos continuar cumprindo nosso humilde chamado de provedor de literaturas. Serão outros focos, mas sempre buscando servir à Igreja e à sociedade. 
Continue a orar por nós, pois somos mantidos unicamente pelo poder e a insistência de suas orações.
Deus lhes abençoe sempre mais e mais, em Cristo Jesus.

Sammis Reachers