quarta-feira, 15 de junho de 2016

Capacite toda a sua igreja para a evangelização com as Oficinas da AMME


Nós da AMME Evangelizar cremos que a missão da Igreja é ir por todo o mundo e pregar o Evangelho a cada criatura. Cremos que isso não é tarefa para alguns crentes em particular ou mesmo para um pequeno grupo. Todo crente, em todo mundo, pregando todo o Evangelho a Toda criatura, essa é a nossa missão bíblica. Por isso nós existimos, para ajudar as igrejas evangélicas brasileiras a cumprir sua missão bíblica de evangelizar todo mundo. Um dos meios para ajudarmos são as nossas oficinas.
Treinamentos dinâmicos e bem práticos, as oficinas tem de 6 a 8 horas de duração divididas em dois períodos, um de laboratório com o treinamento em classe e outro de campo, com os crentes treinados exercitando o que aprenderam em situações reais de evangelização. As oficinas motivam, treinam e oferecem material para as igrejas continuarem o trabalho de evangelização. Atualmente, quatro oficinas estão disponíveis, escolha a que sua igreja necessita e entre em contato com nossos missionários pelo telefone (11) 4428 3222 ou pelo e-mail portal@ammeevangelizar.org.
Conheça as oficinas da AMME (clique nos títulos)
Oficina +amigos – Evangelização pessoal e discipulado básico
Oficina Circuito Áquila – Evangelização de crianças
Oficina Vivência bíblica – Evangelização de adolescentes e jovens
Oficina Acende a Luz – Evangelização pessoal

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Revistinha para colorir gratuita: Crianças do Mundo para Cristo


Crianças do Mundo para Cristo é uma publicação do blog Veredas Missionárias, e que objetiva servir de subsídio para pais e professores no esforço de ensinar e fomentar nas crianças o interesse e o amor por Missões.
A revistinha está no formato A5 (folha A4 dobrada ao meio), e possui 24 páginas, sendo 19 desenhos de crianças caracterizadas, e 3 páginas com frases de promoção missionária para colorir.

Você pode distribuir este material, tanto impresso como em formato pdf, mas é vedada a venda do mesmo ou qualquer outro uso comercial.
Desenhos das crianças: ©Circle-of-Friends (disponibilizado para uso não comercial).

Para ler online ou fazer o download pelo site SlideShare, CLIQUE AQUI.
Para ler online ou fazer o download pelo site Scribd, CLIQUE AQUI.
Para fazer o download pelo site 4Shared, CLIQUE AQUI.

Caso não consiga realizar o download, solicite o envio por e-mail. Escreva para:  sreachers@gmail.com


quinta-feira, 26 de maio de 2016

40 Labirintos Bíblicos para Crianças - Baixe grátis a revista


O Ministério Sunday School Resources, da Inglaterra, elaborou a revista 40 Labirintos Bíblicos para uso na Escola Dominical, que nós traduzimos para o português. Como o título diz, são quarenta labirintos, com graus variados de dificuldade, utilizando cada um deles temas bíblicos (com as soluções ao fim da revista). Um recurso simples mas muito bonito, a ser utilizado em apoio às atividades das escolas dominicais, e ainda por pais e responsáveis. 

Para baixar o arquivo pelo site 4Shared, CLIQUE AQUI.
Para visualizar online ou baixar pelo site SlideShare, CLIQUE AQUI.
Para visualizar online ou baixar pelo site Scribd, CLIQUE AQUI.

Caso não consiga realizar o download, solicite o envio por e-mail. Escreva para:  sreachers@gmail.com

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Como avaliar os departamentos da igreja



Nossa igreja tem porte médio e uma variedade de ministérios que têm objetivos bem diversos em função das pessoas que pretendem atender, no caso, temos a 3ª idade, os juniores, as mulheres, os homens, os especiais e outros. Como podemos avaliar e corrigir a rota de cada um sendo que eles têm características tão diversas?


Uma avaliação deve necessariamente tomar como base algo estabelecido anteriormente, como por exemplo, as metas e alvos discutidos entre o líder daquele ministério e o pastor da igreja. Fazer uma avaliação sem parâmetros prévios é difícil e injusto. 


Alguns passos podem ser seguidos para ajudar na avaliação e direcionamento de cada ministério. Assim, a sugestão é a seguinte: 


Definição de propósito - nesta etapa busca-se identificar claramente o que se pretende realizar através deste ministério. É a descrição do "porquê" de sua existência. Cuidado com definições muito genéricas. Procure ser bem específico e funcional. 

Definição de objetivos - nesta etapa deve-se descrever quais os resultados que se pretende atingir, num dado período de tempo. Essa elaboração deve envolver os participantes de cada ministério, considerando o que já tem sido realizado em período anterior e as potencialidades reais para o novo período. 

Definição de estratégias - trata-se da descrição do como se pretende realizar os trabalhos. A formalização das estratégias será de vital importância ao longo do período. Em geral, por não escreverem os caminhos que se pretende trilhar, os ministérios correm o risco de começar algo e não terminar, já partindo para outra estratégia. 

Definição de responsáveis - neste ponto relaciona-se o nome dos responsáveis, bem como a descrição de suas principais atribuições e autonomia. 


Com esses passos básicos, acreditamos que as conversas com os ministérios podem ser muito produtivas. Seria interessante que a cada etapa se fizesse um registro das decisões e resultados.

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Evangelizando adeptos da Nova Era


Matheus Loures


A partir dos anos 60 acompanhamos o crescimento do movimento new-age (nova era). Este movimento é extremamente complexo e possui fronteiras muito fluidas, isso vem estabelecendo um grande desafio para sociólogos e antropólogos que estudam o tema. Esse neo-esoterismo é caracterizado pelo resgate do paganismo antigo, bem como do xamanismo indígena, mesclado-os com o panteísmo oriental¹. Seus seguidores tendem a peregrinar pelas várias opções religiosas retendo aquilo que lhes agrada. É um movimento marcado pela máxima “definir é limitar” dando prioridade àquilo que se pode sentir internamente. Apesar de estar bem presente nos grandes centros, existe todo um circuito new-age pelos interiores do Brasil, passando por cidades como Alto Paraíso (GO), São Thomé das Letras (MG) e o Vale do Capão (em Palmeiras, na Bahia), que recebem místicos de todo o mundo. Geralmente, esotéricos tem uma grande resistência com o cristianismo por considerá-lo muito institucional e exclusivista.²


Tendo lido isso talvez você se faça a pergunta: como posso fazer conhecida a mensagem do evangelho a este grupo? Baseado em nossa experiência no campo missionário, listarei 5 pontos que julgo muito importantes: 



1-Exerça um cristianismo integral e engajado: Embora moldados por cosmovisões bem diferentes a ideia de um evangelho (e missão) integral possui muitos pontos de contato com a busca por uma “espiritualidade holística” por parte dos esotéricos. Todo fruto de justiça do evangelho, todo cuidado com a criação e o cultivo do belo que vem de Deus é uma poderosa pré-evangelização neste meio. Explore, desfrute e se lambuze da graça comum. Contudo, faça isso ombro-a-ombro com eles e aproveite as oportunidades para ensinar porque essas manifestações são coerentes com a fé cristã. 



2- Enfatize a graça na pregação: Para C.S.Lewis a diferença central do cristianismo para as outras religiões é a graça. Em todos os outros caminhos espirituais o indivíduo deve conquistar a salvação pelo seu esforço e mérito. Por isso ela é, simultaneamente, escândalo e loucura para os adeptos do misticismo. Ao mesmo tempo em que não deixa de ser aquilo que é de fato: uma boa notícia. Quando alguém do meio místico entende/vivencia o amor gracioso de Deus, este é obrigado a descartar as crenças básicas do esoterismo: panteísmo, divindade do eu e capacidade própria para alcançar a iluminação. Procure contemplar e experimentar cotidianamente a graça de Deus, para que suas palavras tenham a veracidade da experiência, a intensidade da vivência. 



3- Se encha do Espírito: Bem essa verdade serve para o evangelismo a qualquer público, mas de certa forma o esotérico são muito sensitivos e abertos para os aspectos não-verbais da realidade. Já perdi a conta de quantas vezes, depois de um bom momento devocional, não surgiu o comentário: “- Nossa, você tem uma energia tão boa, tão pura”. Muitas vezes esse comentário parte de pessoas que nunca havia visto. Cultivar uma “conexão com o divino” é desejo deles, logo podemos ser a prova de que apesar de nossas imperfeições o ministério de Cristo possibilita um relacionamento com Deus íntimo, intenso e verdadeiro. Somos morada do Santo Espírito.



4- Seja firme, seja legal: A fé dos new agers de tão aberta aos manejos individuais, se torna superficial e sem legado. Os vínculos comunitários também tendem a ser frágeis. É por isso que ser firme naquilo que se crê tende a exercer certa atração. Mas a elegância da firmeza da fé pode ser ofuscada por atitudes arrogantes e intolerantes. Tudo que é “denso” e “pesado” tende a ser rejeitado, mas se a certeza no evangelho for demonstrada com humildade e mansidão, é derrubada uma grande barreira para que a Palavra fecunde o coração.



5- Construa relacionamentos: Esotéricos tendem a ser linha dura no seu anti institucionalismo. Entretanto, são muito abertos a tudo que é pessoal e orgânico. Portanto, mais do que criar estratégias de atração às reuniões da igreja, deve-se dispor de tempo para convivência. Os new agers geralmente estão super abertos a isso. São grandes críticos da “correria” da sociedade urbana que mina o tempo de relacionamento, por isso existe esse circuito pelas cidades de interior. Por isso invista mais na convivência do que em programas e atividades institucionais. Viva missionalmente, frequente os mesmo lugares que eles. Cultive o habito comunitário da hospitalidade, atraindo-os para grupos de convivência de sua igreja. Deixei este ponto por último, pois julgo que é nele que todos os outros tópicos podem ser posto em prática. Ter relacionamentos com este público é uma experiência maravilhosa que continua me fascinando depois de mais de 10 anos nesse ministério. Devido à abertura para se falar sobre religiosidade, devoção e sentido da vida existe a todo tempo inúmeras oportunidades para falarmos do Evangelho. Nessas conversas, não raras vezes testemunhamos quando a Palavra penetra a fundo o coração. 



Toda essa reflexão não é pertinente somente a missionários que atuam nesse meio, pois em determinada perspectiva essa onda do esoterismo é a tradução da religiosidade de uma modernidade tardia. Por isso, esses cinco pontos irão ajudar bastante na evangelização de toda uma sociedade pós-cristã, que tende a ser cada dia mais esotérica.



• Matheus Loures, 29 anos, casado com Chrystiane Pereira, mora desde 2010 em Alto Paraíso de Goiás. É formado em comunicação social atua como radialista e produtor cultural e é pastor da Comunidade Seiva.



____________
¹ MCGRATH, Alister, Apologética Cristã no séc XXI Ed Vida Acadêmica São Paulo: Ed Vida, 2008, p 315
²Para saber mais sobre essas e outras informações sobre a new-age sugiroa leitura de AMARAL, Leila Os Errantes da Nova Era e sua Religiosidade Caleidoscópica. Cadernos de Ciências Sociais, Belo Horizonte, v. 3, n. 4; e tambem HERVIEU-LÉGER, Danièle O Peregrino e o Convertido: a religião em movimento. Petrópolis: Vozes, 2008. 

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Apostila Contabilidade para Igrejas


Amados irmãos, hoje disponibilizamos a apostila gratuita APLICABILIDADE CONTÁBIL DE INSTITUIÇÕES RELIGIOSAS PARA LÍDERES CRISTÃOS, de autoria de Arlete Terezinha Farinhas. Em 15 páginas, a autora explica sobre legislação, patrimônio, recolhimento de tributos, contratos (com modelos de contratos prontos para trabalhadores voluntários, caseiro da igreja etc.).

Para baixar a apostila, CLIQUE AQUI.


sábado, 23 de abril de 2016

Apostilas de Áudio e Iluminação para Igrejas


Amados irmãos, disponibilizamos aqui algumas apostilas gratuitas com dicas de áudio e também de iluminação cênica, que podem ser utilizadas na igreja. Os arquivos estão hospedados no site 4Shared.

Apostila Básica de Áudio para Igrejas - Para baixar, CLIQUE AQUI.
Apostila Noções Básicas de Microfones - Para baixar, CLIQUE AQUI.
Apostila Dicas de Iluminação Cênica  - Para baixar, CLIQUE AQUI.

terça-feira, 19 de abril de 2016

A Beleza dos Quadrinhos Cristãos no Evangelismo


Nate Butler

Enquanto existem todos os tipos de desenhos animados ou formatos de 'narrativa visual' que chamamos de quadrinhos ou graphic novels (conhecidos como mangábandes dessinées, ou Histórias em Quadrinhos em outras culturas), o meu favorito é folhetos. Algumas pessoas dizem que 'folheto' é a terminologia velha escola (o cartunista e pastor cristão Rick Bundschuh no Havaí criativamente chama seus folhetos de "Grab & Go" comics), mas a verdade é que um folheto em estilo cartoon bem trabalhado é lido. O visual dos desenhos atrai o leitor.
Folhetos são acessíveis, portáteis e revisáveis: fácil de distribuir, fácil para os destinatários levarem no bolso, e fácil de ler novamente mais tarde, sozinho ou com amigos e familiares. Folhetos também são relativamente baratos para comprar, tornando mais fácil para dá-los em campanhas de evangelismo sem ir a falência.
Aqui nos EUA, onde há convenções de quadrinhos na maioria das grandes cidades, a ideia de usar folhetos em quadrinhos nestes eventos para alcançar geeks e 'otakus' (amantes de quadrinhos e animação japoneses) é natural. Mas há outros lugares menos óbvios onde folhetos em quadrinhos podem e estão sendo usados.
Anos atrás, eu fui abençoado por ouvir o lutador de luta livre cristão George South falar em uma palestra na Comic Con no sul. Ao invés de gabar-se de alguma grande vitória que ele tinha experimentado em seu mundo de "circuitos de luta livre rústicos", George contou de uma derrota pessoal embaraçosa. Durante sua palestra, ele mencionou que os folhetos caseiros que deu após seus jogos de luta livre não foram bem recebidos.
Eu entendi porque no minuto em que os vi; eles eram desagradáveis com fotos preto e branco na capa e com texto de canto a canto das páginas. George compartilhou que as crianças rasgavam seus folhetos e jogavam em seu rosto ou pisavam e cuspiam neles - e nele! Bem, desde que George reveleu seu coração humilde em sua história, eu sabia que ele era o verdadeiro ideal. Então, depois, eu disse a ele que estávamos indo lançar um folheto que nenhuma criança jamais iria rasgar ou jogar fora novamente.
Eventualmente, nós criamos três folhetos coloridos em papel brilhante, desenhados em um estilo de quadrinhos de super herói. Com certeza, as crianças em seus jogos ficaram instantaneamente ansiosas para receber, ler e até mesmo guardar seus folhetos. Recentemente, George escreveu: "Esses três folhetos em quadrinhos tem sido distribuídos em todo mundo, das maiores arenas de luta livre até os menores ginásios escolares! Muitas escolas não me deixam dizer uma palavra sobre meu Salvador, mas eu posso ter certeza de compartilhar meus folhetos - cerca de 100 por semana - o número total só Jesus sabe!."
Um ministério de literatura internacional no Texas desenvolveu um folheto em quadrinhos para meninos pré-adolescentes. Eles usam robôs transformers para ilustrar o sacrifício de Cristo através da sua morte voluntária por um amigo pecador. Nós sabemos de pelo menos um grupo de jovens de uma pequena igreja que distribuiu cópias nos cinemas locais durante a semana de lançamento de Transformers 2.
Pessoalmente, acho que os melhores folhetos são os que contêm testemunhos pessoais. O estúdio COMIX35 está trabalhando com ex-detentos, que agora são evangelistas na prisão para contar suas histórias em um formato de cartoon. Estes folhetos não são só para os presos, mas eles são produzidos por escritores e artistas atualmente encarcerados. Um desses missionários na prisão é o músico Bobby McGee da ChristSong na Carolina do Norte. Seu folheto, "U-Turn", foi distribuído nas prisões em todo os EUA, tanto quando Bobby se apresentava em instalações prisionais como também através do correio. Bobby escreve periodicamente para contar de presos que foram salvos e disse: "nós os passamos à frente, ou os deixamos para trás, e eles sempre encontram o seu caminho para as mãos de quem Deus planejou para eles. Nós descobrimos que é a nossa ferramenta mais poderosa no ministério."
Talvez você esteja pensando: Testemunhar durante uma convenção de quadrinhos ou depois de um ringue de luta? No estacionamento de um teatro ou atrás das grades? Esses locais parecem um pouco exóticos para aqueles de nós que querem apenas chegar a um amigo na escola, um membro da família, ou o cara ao lado! Talvez, mas o princípio permanece o mesmo: Palavras e imagens trabalhando juntas são poderosas, porque elas tornam mais fácil para o leitor pegar e reter informações.
A linha de fundo é que os quadrinhos são excelentes ferramentas de testemunho. Eles podem explicar as verdades do evangelho com uma franqueza compreensível. Sua mensagem tem o potencial para permanecer com o destinatário muito tempo depois de suas palavras faladas serem apenas memórias distantes."

Tradução de Erick Henrique

Nate Butler (@NButlercomix35) é um ex-escritor Henson/Marvel/DC/Archie e artista. Atua com treinamento e consultoria em maneiras criativas de usar o meio de narrativa visual dos quadrinhos como ferramenta de evangelismo e discipulado. Ele é o presidente / CEO da COMIX35.

Texto original: 

domingo, 10 de abril de 2016

Boletim Missiológico Veredas - Artigos, entrevistas e mais sobre Missões


O Boletim Missiológico Veredas é uma publicação de caráter evangélico não denominacional, que tem por objetivo compartilhar conhecimentos, fomentar o debate e promover a reflexão missiológica entre cristãos brasileiros e de demais países lusófonos. Mesmo cientes da humildade desta publicação, almejamos com a presente iniciativa ajudar a suprir a incompreensível e também injustificável carência de publicações periódicas que tenham por foco específico a Missiologia em nossas fileiras protestantes.
Sendo assim, efetivamos aqui um clipping de artigos, resenhas, monografias, entrevistas e notícias de interesse para a igreja protestante e o seu esforço de reflexão & ação missionárias.
Nesta primeira edição, trazemos uma entrevista exclusiva com o missionário e escritor Jairo de Oliveira; o artigo O perfil do missionário em um mundo turbulento, do Dr. Jonatán Lewis, inédito em português; e ainda artigos de Wellington Barbosa e Bárbara Helena Burns. E as seções: Humor, Livros em Lançamento, Eventos, Gráficos e Mapas e Citações.

Editor: Sammis Reachers

Para baixar o arquivo pelo  site 4Shared, CLIQUE AQUI.
Para baixar o arquivo ou ler online pelo  site Scribd, CLIQUE AQUI.


Se preferir, leia ou baixe por aqui:


Boletim Missiológico Veredas #1

Compartilhe livremente com seus amigos e contatos. 

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Belo Horizonte (MG) sedia Seminário sobre Dependência Química


Promovido pela Sociedade Bíblica do Brasil, evento acontece no dia 25 de abril, na Faculdade Batista de Minas Gerais, com o tema “Vencendo Um Dia de Cada Vez: Desafios e Possibilidades”. 

No dia 25 de abril, a cidade de Belo Horizonte (MG) sediará, pela terceira vez, o Seminário sobre Dependência Química, promovido pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB). O evento, a ser realizado no Auditório da Faculdade Batista de Minas Gerais, este ano terá como tema “Vencendo Um Dia de Cada Vez: Desafios e Possibilidades” e abordará os processos de recuperação que auxiliam tantas pessoas a superar a dependência química.
 “Para vencer o desafio de ficar afastado das drogas, os dependentes químicos em recuperação precisam contar com o apoio de familiares e profissionais, que contribuam para que este processo seja exitoso. Pensar em viver um dia de cada vez é um método que tem se mostrado eficiente, e isso fica mais fácil quando se tem por base a Palavra de Deus”, afirma o secretário de Comunicação, Ação Social e Arrecadação da SBB, Erní Seibert, que está encarregado da palestra sobre esse tema. 
O programa, das 13h às 17h30, inclui, ainda, as palestras “Vivências: Um dia de cada vez!”, com Kaká, presidente da Comunidade Terapêutica Ele Clama, e “Políticas Públicas, Drogas, Comunidades Terapêuticas e parcerias com o Setor Público”, com Rafael Miranda Alves Pereira, subsecretario de Políticas sobre Drogas do Estado de Minas Gerais. Estão previstas apresentação de vídeo sobre a Bíblia de Estudo Despertar e atrações culturais. 

Confira a programação completa: 
 13h – Credenciamento 
 14h – Abertura 
 14h20 – Apresentação do Coral da APAC de Nova Lima 
 14h40 – Palestra: “Vencendo Um Dia de Cada Vez: Desafios e Possibilidades” – Erní Seibert, secretário de Comunicação, Ação Social e Arrecadação da SBB 
 15h20 – Apresentação do vídeo sobre a Bíblia de Estudo Despertar. 
 15h30 – Palestra: “Vivências: Um dia de cada vez!” – Kaká, presidente da Comunidade Terapêutica Ele Clama. 
 16h10 – Apresentação cultural 
 16h20 – Palestra: “Políticas Públicas, Drogas, Comunidades Terapêuticas e Parcerias com o Setor Público” – Rafael Miranda Alves Pereira – subsecretario de Políticas sobre Drogas do Estado de Minas Gerais. 
 17h – Debate 
 17h30 – Encerramento 

Seminário sobre Dependência Química – “Vencendo Um dia de Cada Vez: Desafios e Possibilidades” 
Data: 25 de abril de 2016 
Horário: das 13h às 17h30 
Local: Auditório da Faculdade Batista de Minas Gerais Rua Plombagina, 305 A – Colégio Batista – Belo Horizonte (MG) 
Informações e confirmação de presença: Tel.: 0800 727 8888 | (31) 3343-9118 e 99732-1647 www.sbb.org.br 

A SBB e o programa A Bíblia na Recuperação da Dependência Química: Fundada em 1948, no Rio de Janeiro, a Sociedade Bíblica do Brasil tem como missão "promover a difusão da Bíblia e sua mensagem como instrumento de transformação e desenvolvimento integral do ser humano”. É uma entidade sem fins lucrativos, de natureza religiosa, social e cultural. Sua finalidade é traduzir, produzir e distribuir a Bíblia, um bem de valor inestimável, que deve ser disponibilizado a todas as pessoas. Por seu caráter social, desenvolve programas com o objetivo de promover o desenvolvimento espiritual, ético e social da população brasileira. O programa A Bíblia na Recuperação na Dependência Química tem o objetivo de contribuir para a recuperação dos dependentes químicos e prevenir o uso de drogas. É desenvolvido em parceria com organizações especializadas no tratamento terapêutico desse público. Em parceria com essas organizações, a SBB criou a Comter (Comunidades Terapêuticas em Rede), a fim de estimular a troca de experiências e a utilização da Bíblia como ferramenta no processo de recuperação. Por meio deste programa, a SBB promove, desde 2008, os seminários, cujo grande diferencial é divulgar o papel da Bíblia neste processo e incentivar a participação de dependentes químicos em recuperação, sejam eles internados em comunidades terapêuticas ou em tratamento ambulatorial. 

sexta-feira, 25 de março de 2016

O que Deus nos ensina através da Páscoa?




O SENHOR é o nosso Criador e por isso tem direitos sobre nossa vida: “Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas.” (Apocalipse 4:11)  “... o Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças.” (Deuteronômio 6:4-5)  “Confia no Senhor e faze o bem [...] Deleita-te também no Senhor”. (Salmo 37:3-4)  “Sede santos, porque eu sou santo.” (1Pedro 1:16)  “... o Senhor Deus, misericordioso e piedoso, tardio em irar-se e grande em beneficência e verdade; [...] que perdoa a iniquidade, e a transgressão e o pecado; que ao culpado não tem por inocente”. (Êxodo 34:6-7)  “Nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo está descoberto e exposto diante dos olhos daquele a quem havemos de prestar contas.”  (Hebreus 4:13)  “Eis que todas as almas são minhas; [...] a alma que pecar, essa morrerá.” (Ezequiel 18:4)

O SENHOR conhece a terrível condição de cada um de nós: “E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.” (Gênesis 6:5)  “Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça.” (Isaías 59:2)  “Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim.” (Mateus 15:8)  “Não há um justo, nem um sequer [...] Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só. Nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado.” (Romanos 3:10, 12, 20)

Em Sua justiça e misericórdia, o SENHOR determinou: “... sem derramamento de sangue não há remissão (de pecados).”(Hebreus 9:22)  “Então falou Isaque a Abraão seu pai: [...] onde está o cordeiro para o holocausto? E disse Abraão: Deus proverá para si o cordeiro para o holocausto”. (Gênesis 22:7-8).  “O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula [...] e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde. E tomarão do sangue, e pô-lo-ão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem. [...] esta é a páscoa do Senhor. E aquele sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes; vendo eu sangue, passarei por cima de vós”. (Êxodo 12:5-7, 11, 13)  “Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos. Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca.” (Isaías 53: 6-7)

No tempo certo, em cumprimento às promessas do SENHOR: “o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” (João 1:14)  “Desde então começou Jesus a mostrar aos seus discípulos que convinha ir a Jerusalém, e padecer muitas coisas dos anciãos, e dos principais dos sacerdotes, e dos escribas, e ser morto, e ressuscitar ao terceiro dia.” (Mateus 16:21)  “... dou a minha vida para tornar a tomá-la. Ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho poder para a dar, e poder para tornar a tomá-la.” (João 10:17-18)  “Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos.” (Marcos 10:45)  “E dizia-lhes: Vós sois de baixo, eu sou de cima; vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo. Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados, porque se não crerdes que EU SOU, morrereis em vossos pecados.” (João 8:23-24)  “Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá.”  (João 11:25-26)  “E aconteceu que, quando Jesus concluiu todos estes discursos, disse aos seus discípulos: Bem sabeis que daqui a dois dias é a páscoa; e o Filho do homem será entregue para ser crucificado.” (Mateus 26:1-2)  “... assim importa que o Filho do homem seja levantado; para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:14-15)

O Senhor Jesus Cristo é o Cordeiro Pascal, sacrificado em favor de pecadores “João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.” (João 1:29)  “E levaram-no ao lugar do Gólgota, que se traduz por lugar da Caveira. E era a hora terceira, e o crucificaram. E por cima dele estava escrita a sua acusação: o rei dos judeus.”(Marcos 15:22, 25-26)  “... Jesus [...] disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.” (João 19:30)  “E o centurião, que estava defronte dele, vendo que assim clamando expirara, disse: Verdadeiramente este homem era o Filho de Deus.” (Marcos 15:39)  “Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus.”(2Coríntios 5:21)  “E, chegada a tarde, porquanto era o dia da preparação, isto é, a véspera do sábado, chegou José de Arimatéia [...] e pediu o corpo de Jesus. E Pilatos se maravilhou de que já estivesse morto. E, tendo-se certificado pelo centurião, deu o corpo a José; o qual [...] o depositou num sepulcro lavrado numa rocha”. (Marcos 15:42-46)

O Senhor Jesus Cristo venceu o pecado e a morte, ressuscitando dos mortos: “E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena [...] E depois manifestou-se de outra forma a dois deles [...] Finalmente apareceu aos onze”.  (Marcos 16:9, 12, 14).  “Eu sou o primeiro e o último; e o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém. E tenho as chaves da morte e do inferno.” (Apocalipse 1:17-18)  “Pois, assim como o Pai ressuscita os mortos, e os vivifica, assim também o Filho vivifica aqueles que quer. E também o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo; Para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou.” (João 5:21-23)  “E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo, Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação.” (Hebreus 9:27-28)

A Páscoa do SENHOR é a provisão graciosa para o resgate de pecadores rebeldes e indignos por meio do único, perfeito e suficiente sacrifício substitutivo do Cordeiro de Deus.  Que estas preciosas verdades, manifestadas no Evangelho do Senhor Jesus Cristo estejam firmemente alicerçadas em nossas vidas!  “Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, E que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.” (1Coríntios 15:3-4)

Caso você ainda não tenha conseguido ouvir a dramatização: Páscoa - A História de Jesus em Lucas, no programa Conferência Bíblica, ou tenha perdido alguma parte, não se preocupe.  Clique AQUI para ter acesso ao Conferência Bíblica Online.  Na grade A PEDIDO, você poderá acessar as narrativas de cada dia da semana (segunda a sábado).  Cada transmissão fica disponível durante 6 dias.  Aproveite!  


Que o Senhor abençoe você!

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Dietrich Bonhoeffer: Graça preciosa versus a Graça barata


A graça barata é a graça que nós dispensamos a nós próprios. A graça barata é a pregação do perdão sem arrependimento, é o batismo sem a disciplina de uma congregação, é a Ceia do Senhor sem confissão dos pecados, é a absolvição sem confissão pessoal. 

A graça barata é a graça sem discipulado, a graça sem a cruz, a graça sem Jesus Cristo vivo, encarnado. A graça preciosa é o tesouro oculto no campo, por amor do qual o homem sai e vende com alegria tudo quando tem; a pérola preciosa, a qual o comerciante se desfaz de todos os seus bens para adquiri-la; o governo régio de Cristo, por amor do qual o homem arranca o olho que o escandaliza; o chamado de Jesus Cristo, o qual, ao ouvi-lo, o discípulo larga as suas redes e o segue. 

A graça preciosa é o evangelho que há que se procurar sempre de novo, o dom pelo qual se tem que orar, a porta à qual se tem que bater. A graça é preciosa porque chama ao discipulado, e é graça por chamar ao discipulado de Jesus Cristo; é preciosa por custar a vida ao homem, e é graça por, assim, dar-lhe a vida; é preciosa por condenar o pecado, e é graça por justificar o pecador. Essa graça é sobretudo preciosa por tê-la sido para Deus, por ter custado a Deus a vida de seu Filho – “fostes comprados por preço” – e porque não pode ser barato para nós aquilo que para Deus custou caro. A graça é graça sobretudo por Deus não ter achado que seu Filho fosse preço demasiado caro a pagar pela nossa vida, antes o deu por nós.

A graça preciosa é a encarnação de Deus. A graça preciosa é a graça considerada santuário de Deus, que tem que ser preservado do mundo, não lançado aos cães; e é graça como palavra viva, a palavra de Deus que ele próprio pronuncia de acordo com seu beneplácito. Chega até nós como gracioso chamado ao discipulado de Jesus; vem como palavra de perdão ao espírito angustiado e ao coração esmagado. A graça é preciosa por obrigar o indivíduo a sujeitar-se ao jugo do discipulado de Jesus Cristo. As palavras de Jesus: ‘O meu jugo é suave e o meu fardo é leve’ são expressão da graça [...] A graça e o discipulado permanecem indissoluvelmente ligados.


Dietrich Bonhoeffer

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Apostila: Secretária Estatutária e Eclesiástica

A autora Liana Natalense, em colaboração com o Instituto Jetro, uma instituição voltada para capacitar e auxiliar líderes cristãos, disponibilizou a excelente apostila Secretária Estatutária,  Secretária Moderna - Aprenda a ser uma Secretária de sucesso Profissional e Ministerial. Na apostila, de 54 páginas, tópicos fundamentais para a correta execução das atividades secretariais, tanto a nível eclesiástico quanto secular, são abordados e detalhados.

Para leitura online ou download pelo site Scribd, CLIQUE AQUI.
Para download pelo site 4Shared, CLIQUE AQUI.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

A arte cristã em revista: Revista AMPLITUDE chega à segunda edição



    É com felicidade que apresentamos o segundo número de AMPLITUDE. Durante estes seis meses de espera ou gestação desta segunda edição, pudemos auferir a boa recepção que a nossa primeira edição obteve entre autores e leitores. Isso nos incentiva a avançarmos na jornada, cientes da seriedade e importância da iniciativa de reunir em revista, o melhor da produção literária poética e ficcional, além de outras expressões artísticas levadas a cabo por cristãos protestantes e de outras filiações.

      Vamos ao panorama da edição: Na seção Hot Spots, a sapiência de um dos maiores nomes da mística cristã, Ramon Llull (Raimundo Lúlio). Em Galeria, a obra da pastora, artista plástica, grafiteira, quadrinista e ativista cultural Lya Alves. Na seção Cinema, destacamos a realização da terceira edição do Festival Nacional de Cinema Cristão.

      Esta edição chega inaugurando diversas novas seções. Uma delas é Poeta em Detaque, iniciando com a obra da pernambucana Júlia Lemos.

      Inaugurando a nossa seção Especial, de enfoque temático, temos como mote Estêvão para tempos de perseguição, uma mini-antologia reunindo as percepções de seis excelentes poetas acerca de nosso protomártir, sobre quem nos é oportuno refletir em tempos de recrudescimento das perseguições aos cristãos ao redor do globo.

      E as artes visuais ganharam ainda mais destaque: além da já citada seção Galeria, e de HQ (História em Quadrinhos), inauguramos mais uma seção, Luminares, destacando, em singelas inserções, a pintura, ilustração ou desenho de nossos concidadãos de Reino. E a Fotografia chega com força na seção Álbum, abrindo as portas com a obra de William Rosa.

      Os contos, como diria meu pai, estão de lascar: Iniciamos com Eça de Queiroz, na seção Jardim dos Clássicos, apresentando o conto O Suave Milagre. Seguimos com o humor e a precisão de Judson Canto (A Morte da Encrenqueira); a dramaticidade soberba de J.T.Parreira (O Poeta do Salmo Exilado); Florbela Ribeiro relatando (em O Hóspede) sobre o príncipe que tinha por norma se hospedar junto aos pobres; Lindolfo Weingärtner num conto terno e luminoso (O canto do sabiá preto); Joed Venturini com o impactante & metafísico A Troca; este vosso humilde escriba, num conto de terror(!?), A Matilha Fantasma; e concluímos com nossa saudosa e maravilhosa Myrtes Mathias, num conto com um toque arrebatador (O Menino).

      O objetivo de AMPLITUDE é fomentar a reflexão e a expressão, AMPLIAR visões, entreter com valores cristãos, comunicar a verdade e o belo e estimular o engajamento artístico/intelectual entre nossos irmãos. Convidamos todos a compartilhar esta publicação gratuita, seja por e-mail e nas redes sociais, e ainda em blogs e sites, livremente.

Para baixar a revista pelo site 4Shared, CLIQUE AQUI.
Para baixar a revista ou ler online pelo site Issuu, CLIQUE AQUI.
Para baixar a revista ou ler online pelo site Scribd, CLIQUE AQUI.
Para baixar a revista ou ler online pelo site Youblisher, CLIQUE AQUI.

Caso não consiga realizar o download, solicite o envio por e-mail escrevendo para  sammisreachers@ig.com.br