segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Reflexão - JEJUM

Durante um período de 18 anos o Senhor, pela Sua graça e misericórdia, comissionou-me a observar vários períodos regulares de 40 dias de jejum. Fui, por muitas vezes, tocado pela glória de Deus e naqueles momentos, em minha consciência eu não queria mais viver. Eu, na verdade, anelava pela morte e assim estar com Ele nesta intimidade para sempre. Em um único momento, a Sua glória transformou meus valores e percepção da vida. Sim, eu tenho fé para acreditar em Deus por me conceder um Mercedes novo ou qualquer outro bem, todavia, prefiro focar a minha fé e energias em ver 100.000 pessoas se renderem a Jesus em uma única noite.
As bênçãos materiais e as provisões são coisas muito boas, porém, o meu coração foi transformado pela Sua Glória. A minha alma simplesmente deseja estar em Sua presença e realizar os desejos de Seu coração. Quando somos tocados pela glória de Deus, as coisas da terra são instantaneamente ofuscadas e perdem o total valor. Quanto mais perto nos achegamos dEle, mais percebemos a nossa insignificância e quanto o mundo se torna nada. Paulo diz: “Mas todos nós, com cara descoberta, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.” (2Co 3.18) Todavia, se não vivemos em Espírito, não somos capazes de ver as coisas misteriosas de Deus e muito menos experimentar a Sua glória. No entanto, se estivermos dispostos a pagar o preço de buscar a Sua face em jejum e oração, estaremos assim, aptos a experimentar uma profunda transformação de vida e literalmente viveremos “arraigados” Nele e fortificados na força de Seu poder. Esta é a única maneira de lutarmos “o bom combate da fé”.

Trecho do livro O Poder Secreto do Jejum e da Oração, de Mahesh Chavda, Dynamus Editorial

Um comentário:

Flávia Macêdo da Silva disse...

Oi!
Fiquei meio boquiaberta com esse blog! Parabéns, que seja um instrumento nas mãos do Senhor. Sobre o texto, é a mais pura verdade, tudo fica ofuscado com a beleza de Deus. É uma agonia viver sabendo que pessoas O ignoram e que ainda levará algum tempo para vivermos junto Dele.
Desculpe a invasão e Deus abençoe seu trabalho!