quinta-feira, 9 de abril de 2009

A Lição da Páscoa

***



Num tempo em que a maioria das crianças, quando perguntadas sobre a Páscoa, só respondem com palavras como "coelhinho" e "ovos" de chocolate, vale dizer que esta é, na verdade, uma das ocasiões mais especiais na vida das igrejas cristãs. Preservando e desfrutando do verdadeiro sentido (eterno) da Páscoa, algumas comunidades preparam para o domingo da Ressurreição programas de estudo bíblico e adoração que enfatizam os temas da Paixão (salvadora) de Cristo e sua Vitória sobre a morte em nosso favor. Um bom exemplo disso, disponibilizado dia 9/4 na Internet, é uma lição especial da Páscoa feita para os alunos da Escola Dominical da Igreja Metodista de Vila Isabel, do Rio de Janeiro. Trata-se também de um texto para pertinente e frutífera meditação para cristãos de todas as igrejas nesses dias.

Faça aqui um leitura e reflexão da Lição Especial sobre a Páscoa da Igreja de Vila Isabel, que é liderada pelo pastor Ronan Boechat. O texto, de autoria de João Wesley Dornellas, historiador metodista e membro da igreja, trata da "humilhação e a glorificação de Jesus Cristo" e analisa a "Mensagem da Páscoa". A superintendente da Escola Dominical é Tercília Cezário.

Leia alguns trechos do documento que chama a Semana Santa de "a mais importante semana da história humana":

"No domingo passado, no chamado Domingo de Ramos, relembramos a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém. Hoje (dia em que será estudada a lição: 12/4/2009), estamos comemorando a Páscoa, isto é, a ressurreição gloriosa de Jesus Cristo após sua morte na cruz do Calvário. Convém lembrar os acontecimentos daquela semana, tantos e tão importantes que dariam para muitas semanas em aulas de Escola Dominical (...) Poderemos relembrar a purificação do templo, o episódio da figueira sem fruto, a conversa no templo com os principais sacerdotes, as últimas parábolas que proferiu, dos dois filhos, dos lavradores maus, das bodas, do bom servo e do mau, das dez virgens e dos talentos, o sermão profético, os preparativos para a Páscoa, a instituição da refeição eucarística, a santa ceia, a traição de Judas, a prisão, julgamento e condenação de Jesus à morte infamante na cruz e seu sepultamento no túmulo que José de Arimateia disponibilizou. A releitura desses textos vai revelar coisas muito importantes para nossa fé, que não devem ser lidos e estudados apenas nos tempos de Páscoa mas sempre".

Sobre a Sexta-feira da Paixão, a lição destaca: "Não há teologia da cruz sem o complemento natural – a teologia da glorificação. Ou seja, não há Páscoa sem sexta-feira santa e não há sexta-feira santa sem Páscoa. É fácil encher o cristianismo de tribulação e angústia. Mas se a cruz é a cruz de Jesus e não uma especulação a respeito da cruz, que qualquer um pode fazer, não se pode esquecer, de modo nenhum, que o crucificado levantou-se dos mortos no terceiro dia".

"Esta é a mensagem da Páscoa, o fim do processo de reconciliação do homem com Deus, ou seja, a redenção do homem. O homem é agora uma criatura redimida. Ele está livre de tudo que tinha domínio sobre ele, como a maldição e a morte. Ele passa a fazer parte do Reino de Deus. O homem não é mais seriamente olhado por Deus como um pecador. Ele é agora um homem justificado. Isto é mais do que ser simplesmente perdoado. Como diz o antigo e sempre novo hino: “Tu não somente perdoas, purificas também ó Jesus”."

Leia aqui a íntegra da Lição Especial de Páscoa da Igreja Metodista de Vila Isabel.

Saiba mais sobre a Igreja Metodita de Vila Isabel.
____________

via Agência SOMA

Um comentário:

Pr JONAS NETO disse...

A Paz do Senhor

É uma pena que muito não conseguem entender o verdadeiro espírito da Páscoa.

Gostei do artigo.

Visite nosso home: www.prjonasneto.com