sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Esperança nele - uma reflexão natalina

…a virgem conceberá e dará à luz um filho e lhe chamará Emanuel. —Isaías 7:14

Uma noite, ao voltarmos para casa após uma festa de Natal, minha família e eu nos aproximamos de uma pequena igreja rural aninhada entre brilhantes bancos de neve. À distância, pude ver sua ornamentação natalina. Cordões de luzes brancas formavam a palavra E-S-P-E-R-A-N-Ç-A em letras maiúsculas. A visão dessa palavra brilhando na escuridão lembrou-me de que Jesus é, e sempre foi, a esperança da raça humana.

Antes de Jesus nascer, as pessoas esperavam pelo Messias — Aquele que carregaria seus pecados nos ombros e intercederia por elas junto a Deus (Isaías 53:12). Elas esperavam a vinda do Messias através de uma virgem que teria um filho em Belém e o chamaria Emanuel, “Deus conosco” (7:14). Na noite em que Jesus nasceu, a esperança deles se concretizou (Lucas 2:1-14).

Embora não estejamos mais esperando por Jesus na forma de um bebê, Ele ainda é a fonte da nossa esperança. Aguardamos Sua segunda vinda (Mateus 24:30); aguardamos com expectativa o lar celestial que Ele está preparando para nós (João 14:2); e sonhamos em viver com Ele em Sua cidade celestial (1 Tessalonicenses 4:16). Como cristãos, podemos olhar para o futuro porque o bebê da manjedoura era, e ainda é, “…Cristo Jesus, nossa esperança” (1 Timóteo 1:1).


Jennifer Benson Schuldt


Fonte: http://ministeriosrbc.org

Um comentário:

Antonio Batalha disse...

É para mim uma grande alegria, acessar ao seu blog e ver o que escreve, continue a ser uma benção, e a escrever sempre mensagens de amor e esperança e de edificação, Deixo um faterno abraço e um desejo de um Ano Novo cheio de graça amor e paz, e que se possa lembrar sempre que o próximo precisa de si.