terça-feira, 18 de novembro de 2008

PEDRO VERSUS OS PAPAS


A Igreja Católica Romana afirma que os seus papas herdaram a cadeira do Apóstolo Pedro. Este erro crasso fica evidente com uma simples comparação da vida e dos ensinos de Pedro com a vida dos papas.

David Cloud

01. -Não há evidência de que Pedro tenha sido bispo em Roma e nem evidência no Novo Testamento de que houvesse algo especial na congregação de Roma; mas, os papas que governam a igreja de Roma afirmam que Pedro foi o primeiro bispo de Roma e que sua Igreja é a “Santa Madre Igreja”. A primeira epístola de Pedro foi escrita da Babilônia, não de Roma; mas, os papas afirmam que “Babilônia” é Roma, em mera conjectura. A evidência bíblica de que Pedro não foi pastor ou bispo em Roma é espantosa. Paulo escreveu à Igreja de Roma, em 58 d.C. e, embora ele mencione 27 pessoas pelos nomes, não menciona Pedro. Esta teria sido uma inescusável afronta a Pedro, se ele fosse o bispo de Roma. Mais tarde, Paulo escreveu de Roma às igrejas da Galácia, de Éfeso, de Filipos e de Colossos, bem como a Filemom; mas, nem uma única vez ele menciona que Pedro estivesse em Roma. Na 2 Timóteo 4:16, Paulo diz que ninguém ficara com ele e que todos o haviam abandonado, quando ele se defendia das acusações. Onde estava Pedro? O fato é que Pedro não era o pastor e nem o bispo de Roma. “Ninguém me assistiu na minha primeira defesa, antes todos me desampararam. Que isto lhes não seja imputado.” (2Tm 4:16 ACF)

02. -Pedro era casado (Mateus 8:14); mas aos papas é proibido casar. “E Jesus, entrando em casa de Pedro, viu a sogra deste acamada, e com febre.” (Mt 8:14 ACF)

03. -Pedro disse que a Escritura é, de fato, a Palavra de Deus e somente a ela “devemos ficar atentos” (2 Pedro 1:19-21); mas, os papas dizem que também devemos ficar atentos às tradições não inspiradas. “19 ¶ E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça, e a estrela da alva apareça em vossos corações. 20 Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. 21 Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.” (2Pe 1:19-21 ACF)

04. -Pedro admoestou contra os falsos mestres, os quais “... farão de vós negócio com palavras fingidas” (2 Pedro 2:1-3); mas, os papas têm ganho enormes somas de dinheiro, vendendo sua religião, com as missas e orações feitas em favor dos mortos, suas indulgências e locais de peregrinação, além de incontáveis outras coisas. “1 ¶ E TAMBÉM houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. 2 E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. 3 ¶ E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.” (2Pe 2:1-3 ACF)

05. -Pedro não tinha “prata nem ouro” (Atos 3:6); mas, os papas possuem enormes somas de ambos. “E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda.” (At 3:6 ACF)

06. -Pedro disse que o batismo é uma figura, um símbolo, e que não é a água que nos salva, mas a ressurreição de Cristo (1 Pedro 3:21); mas, os papas dizem que o próprio batismo traz salvação e que ele não é apenas um símbolo. “Que também, como uma verdadeira figura, agora vos salva, o batismo, não do despojamento da imundícia da carne, mas da indagação de uma boa consciência para com Deus, pela ressurreição de Jesus Cristo;” (1Pe 3:21 ACF)

07. -Pedro se recusou a permitir que homens se ajoelhassem diante dele (Atos 10:25-26); mas os papas têm aceitado honras e que os fiéis se ajoelhem e lhes beijem as mãos, permitindo que eles os tratem como deuses. “25 E aconteceu que, entrando Pedro, saiu Cornélio a recebê-lo, e, prostrando-se a seus pés o adorou. 26 Mas Pedro o levantou, dizendo: Levanta-te, que eu também sou homem.” (At 10:25-26 ACF)

08. -Não existe qualquer resquício na Bíblia de que Pedro tivesse um trono; mas, os papas têm pelos menos dois - um na Basílica de São Pedro e outro no Palácio de Latrão.
09. -Pedro ensinou que a salvação é estritamente através da justiça (fé) em Jesus Cristo (2 Pedro 1:1); mas, os papas afirmam que os seus sacramentos também são necessários à salvação. “SIMÃO Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que conosco alcançaram fé igualmente preciosa pela justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo:” (2Pe 1:1 ACF)

10. -Pedro ensinou contra a hierarquização, admoestando os pastores contra o “domínio sobre a herança de Deus” (1 Pedro 5:1-4); mas, os papas estabeleceram um sistema de liderança eclesiástica sobre as igrejas, tendo acrescentado muitos ofícios que jamais foram mencionados no Novo Testamento (por exemplo, arcebispo e cardeal). “1 ¶ AOS presbíteros, que estão entre vós, admoesto eu, que sou também presbítero com eles, e testemunha das aflições de Cristo, e participante da glória que se há de revelar: 2 Apascentai o rebanho de Deus, que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto; 3 Nem como tendo domínio sobre a herança de Deus, mas servindo de exemplo ao rebanho. 4 E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa da glória.” (1Pe 5:1-4 ACF)

11. -Pedro ensinou que o Sumo Sacerdócio, na dispensação do Novo Testamento, é o de Jesus Cristo e que o sacerdócio geral é de todos os crentes (1 Pedro 2:9); mas, os papas dizem que sua “igreja” tem um sacerdócio especial, o qual é ordenado para distribuir os sacramentos. “Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;” (1Pe 2:9 ACF)

12. -Pedro ensinou que Jesus Cristo é a Rocha, sobre a Qual a igreja é fundada (1 Pedro 2:4-8); mas, os papas dizem que Pedro foi a rocha. “4 ¶ E, chegando-vos para ele, pedra viva, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa, 5 Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo. 6 Por isso também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa; E quem nela crer não será confundido. 7 E assim para vós, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes, A pedra que os edificadores reprovaram, Essa foi a principal da esquina, 8 E uma pedra de tropeço e rocha de escândalo, para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados.” (1Pe 2:4-8 ACF)

13. -Pedro ensinou que os homens nascem de novo através da Palavra de Deus (1 Pedro 1:23); mas, os papas dizem que os homens nascem de novo através do batismo. “Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre.” (1Pe 1:23 ACF)

14. -Pedro ensina que Cristo “padeceu uma vez pelos pecados” (1 Pedro 3:18) e que Ele levou “em seu corpo os nossos pecados” (1 Pedro 2:24);mas, os papas dizem que Cristo é sacrificado novamente em cada missa e que ter Jesus e Sua cruz não é suficiente; que um crente também precisa da igreja de Roma, dos seus santos e sacramentos para ser salvo. “Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito;” (1Pe 3:18 ACF)
“Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados.” (1Pe 2:24 ACF)

15. -Pedro ensina que o crente tem “uma viva esperança” e “uma herança incorruptível, incontaminável, e que não pode murchar, guardada nos céus” e que ele é “guardado na virtude de Deus” (1 Pedro 1:2-5); mas, os papas dizem que o crente não pode ter certeza de um lar no céu. “2 Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas. 3 ¶ Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, 4 Para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós, 5 Que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação, já prestes para se revelar no último tempo,” (1Pe 1:2-5 ACF)

16. -Pedro ensina que o crente não deve padecer “como homicida, ou ladrão, ou malfeitor”, nem como quem “se entremete em negócios alheios” (1 Pedro 4:15); mas, os papas têm feito tudo isso.

“Que nenhum de vós padeça como homicida, ou ladrão, ou malfeitor, ou como o que se entremete em negócios alheios;” (1Pe 4:15 ACF)

Tradução de Mary Schultze

2 comentários:

Sammis Reachers disse...

Especial para o brother Jack.

Não importam as nuances, os senderos da fuga: não há nada oculto que não venha a ser revelado!

Tua alma em jogo, pior que num Black-Jack: Cristo ou os homens que aviltam Sua memória e escarram na cruz?

Júnior Rubira disse...

Esta vai par o Blog Espada do Espírito, gostei muito Sammis, abraços fortes!

Júnior Rubira

www.blogespadadoespirito.blogspot.com